Ricardo Martins 3º Dan (Aikido Tradicional)

CREF 00482-P/RJ, Grau Prêto em MuayThai e KickBoxing, Treinador de Boxe, CrossFit – L1 Trainer, Coach especializado em Treinamento Físico Funcional e Pilates

Números

A prática comum ou regular  de  “budo”  não obriga seus praticantes a falar fluentemente o idioma de origem.  O estudo e o aprendizado do idioma facilita e ajuda na compreenção do povo e de seus costumes, claro…  Alguns “senseis” acabam, com o tempo, aplicando vocabulário específico inerente ao “keiko” desse ou daquele “budo”.

Essa prática no  “dojo” na maioria das vezes “confunde” os  “kohai” e os “sempai” durante o “keiko”.  “Sempai” , “kohai” ou o seu “sensei” não são obrigados a falar Japonês para estudar ou ensinar “budo”.  Mas, o conhecimento de algumas palavras facilitará sua vida e irá trazer alguma confiança adicional.

Em nosso “dojo”, por exemplo, utilizamos alguns termos simples ou rudimentos de Língua Japonesa durante “keikos”, tipo: -  “suburi”, “ukemi”  e “ashi sabaki”.

Sendo assim, lá vai uma informação importante para trabalharmos em “awase”. Os sites dos institutos, associações e de federações brasileiras contém glossários de excelente qualidade.

Desculpe-me caro leitor… Não resistí a compulsão de adicionar vocabulário específico neste texto com a intenção de despertar sua curiosidade. Boa pesquisa.

Números
ICHI -    Um
NI -    Dois
SAN –     Três
SHI -    Quatro
GO -    Cinco
ROKU -    Seis
SHICHI -    Sete
HACHI -    Oito
KU -    Nove
JU -    Dez

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
VILLADORATA, Massimo N. Di. Aikidô: sobretudo um estado de espírito, uma arte marcial, uma técnica. Fotos de Patrice Grisard. Tradução de Micheline Christophe. Revisão Técnica de Rudolf Hermanny. Rio de Janeiro: Editora Record, [1973].

INTERNET
http://www.joaoleitao.com/viagens/2008/04/15/aprender-japones-licao-2-numeros-dizer-as-horas-meses-do-ano/

O Credo de um Samurai

Credo de um Samurai

“A sua fome não deve controlar as palavras que saem da sua boca.
A sua dor não deve controlar a expressão da sua face.
A sua tristeza não deve controlar a energia que emana do seu corpo.
A sua ira não deve controlar as ações de sua mente.
Não permita que os imprevistos incutam temor no seu coração.
Não permita que o dinheiro insufle apego no seu coração.
Não permita que a comida e a bebida façam de você um escravo.
Mantenha a retidão e não se desvie do caminho.
Faça o que deve ser feito e não se vanglorie dos seus atos.
Que a grandeza da sua pessoa seja vasta como o mar.
Que a determinação em seguir os preceitos seja firme como uma rocha.
Que o estado do seu espírito seja limpo como uma perola.
Que o caminho que você percorre seja o caminho que os sábios do passado percorreram.
Seja estóico, rigoroso e negue a si mesmo. Mas ao mesmo tempo seja elegante, tolerante e vivaz.
Seja indômito. Mas ao mesmo tempo, seja gentil e humilde.(…)”

Mestre Hibino Raifu Masayuki – Fundador do estilo Shinto Ryu IAIDO.

Referência:

http://www.febrai.com.br/pagina.php?opm=1&mod=6

  • Comments Off
  • Filed under: Geral
  • Lembre-se:

    "A aceitação da dor é o primeiro passo para suportá-la, caso contrário, o pessimismo, a impaciência e a intolerância, poderá transformá-la num fardo alem de suas forças." Ivan Teorilang

    Frase do Dia:

    Está se sentindo desorientado (seu "aiki" não está rolando), não sabe o caminho (DO) que deve seguir, tem problemas existenciais, precisa de aconselhamento. Percebe que uma "intervenção", no seu caso, é necessária porque já identifica problemas somáticos, psíquicos ou psicossomáticos.
    Não procure uma arte marcial, yoga ou atividade física. Nenhum "sensei", nenhum "shihan" por mais "graduado", experiente, maduro e inteligente que esta "divindade" seja vai te ajudar. Filiações não funcionarão, tampouco... Não perca seu tempo com guru, sensei, shidoin, shihan, Krus, do, jutsu etc... Você precisa de um profissional competente e devidamente habilitado para te ajudar no restabelecimento de seu bem-estar e de sua saúde.

    Arquivos:

    Posts mais recentes:

    Recent Trackbacks:

    Categorias:

    Caro(a) Colaborador(a):

    Sugestões inteligentes, críticas edificantes serão sempre muito bem vindas.

    Entenda, por favor, que todo ser humano comete erros e se engana apesar dos cuidados tomados e de todas as revisões feitas antes da publicação.

    Ao encontrá-los, não se acanhe, entre em contato para que possamos melhorar os serviços, por gentileza.

    Muito obrigado

    Ricardo Martins
    sensei@ricardomartins.pro.br