Princípio do Sanmi-Sangen

Formas Primordiais

Desde de seu surgimento a humanidade se desdobrou em algumas representações universais.  Saiba como elas nos influenciam e vivem até hoje.

Letícia de Almeida Alves

Quadrado – um dos quatro símbolos fundamentais juntamente com o centro, o círculo e a cruz, é o símbolo da terra em oposição ao céu. É uma figura anti-dinâmica, ancorada por quatro lados. O quadrado implica em uma idéia de estagnação, de solidificação, de estabilização da perfeição.

Triângulo – O triângulo eqüilátero simboliza a divindade, a harmonia e a proporção. O eqüilátero cortado em dois é o triângulo retângulo. O triângulo com a ponta pra cima simboliza o fogo e o sexo masculino enquanto que apontando para baixo, a água e o sexo feminino.

Círculo – Perfeição, homogeneidade, ausência de distinção ou de divisão. O círculo simboliza o céu cósmico. No zen-budismo, os desenhos de círculo concêntricos simbolizam as etapas do aperfeiçoamento interior. A forma primordial é a espera, o ovo do mundo. É o símbolo do tempo, da roda da vida.

Referências:
http://portalcienciaevida.uol.com.br/ESLH/edicoes/7/artigo77178-6.asp