Aikidô on Line

Perguntas & Respostas com Akira Tohei, 8º dan

http://www.aikidoonline.com/
Traduções em português por Cecília Aiko
Revisado por Ricardo Martins

Akira Tohei

Gostaríamos de agradecer à Cecília Aiko por oferecer-se para iniciar uma seção dedicada às traduções em português . Esperamos ansiosamente poder acrescentar mais artigos e expandir a seção para incluir outros idiomas.

Nota do Editor: – O que segue são excertos de sessões semanais de perguntas e respostas acontecidas nos anos 1990 com o recentemente falecido Akira Tohei, Shihan 8º Dan.  Essas sessões aconteciam após a primeira de duas aulas às terças e quintas à noite no Midwest Aikido Center em Chicago. A primeira aula sempre era programada para ter um foco maior em fundamentos, de maneira que a maioria das perguntas era feita por estudantes novos do Center, embora membros de todos os níveis participassem. Isso acontecia assim que o Sensei tivesse terminado a aula, o tatame varrido, as tarefas rapidamente concluídas – ele então colocava-se à disposição para as perguntas.

Agradecemos ao Midwest Aikido Center por nos permitir publicar este material.  Copyright © 1998 Midwest Aikido Center. Fotos: Art Wise.

  • Parte Um

Aikido

Quais são os princípios do Aikido?

Masakatsu – Vitória honrosa, atitude apropriada
Agatsu – Vitória sobre si mesmo
Katsuhayahi – Vitória sobre a velocidade da luz, fazendo tudo tão perfeitamente que o tempo não é mais um fator

Quem fez os escritos de Aikido que estão pendurados no altar?

Isso foi escrito pelo Doshu Kisshomaru Ueshiba, filho do O-Sensei, e atual líder do Aikido mundial. Ele presenteou-me com o pergaminho quando fui enviado a Chicago pelo Hombu Dojo.

Morihei Ueshiba O´Sensei

O que está escrito na foto de O-Sensei?

Takemusu Aiki, que é outro nome que O-Sensei usava para referir-se ao Aikido.
Take = Budo, espírito marcial
Musu = Criação, nascimento
Aiki = Aikido, harmonia, amor

Qual é o significado da reverência durante a prática?

Curvar-se é uma demonstração de respeito e cortesia. No aspecto marcial, é um oferecimento da nuca ao oponente, indicando confiança de que ninguém será machucado. No aspecto social, é um sinal de submissão, ou “rebaixamento” da pessoa – colocando o outro em um nível superior a você.

Quando nos curvamos, que mão deve ser abaixada primeiro?

Não podemos dizer qual mão, esquerda ou direita, deve abaixar primeiro, já que os costumes são diferentes de acordo com a situação e escola de pensamento. Em algumas artes marciais, especialmente naquelas em que se usa a espada, a mão esquerda é baixada primeiro, já que é nesse lado que se usa a espada. Mas como no Aikido não carregamos armas, é aceitável simplesmente abaixar ambas as mãos ao mesmo tempo. O importante é que nossas mãos formem um triângulo e que façamos a reverência com sinceridade e repeito. Em algumas artes, por exemplo na cerimônia do chá, é apropriado baixar primeiro a mão direita como sinal de extrema cortesia.

Ao final da aula, depois de fazer a reverência ao O-Sensei e depois ao instrutor (Sensei), é necessário fazer mais uma reverência quando o Sensei sair do tatame?

Não. São necessárias somente duas reverências.

Depois da reverência ao final da aula, o que significa quando você gesticula com as mãos?

Esse gesto significa que a aula terminou, e você pode curvar-se ao seu parceiro e sair. Mas a etiqueta apropriada também diz que você não deve mover-se assim que o gesto for feito – espere durante um momento em reverência e então pode sair. Como este é o meu dojo “caseiro”, não é necessário que você espere até que eu tenha saído do tatame. Se nós tivéssemos um instrutor visitante, ou eu estivesse visitando outro dojo,os alunos deveriam esperar até que o instrutor tivesse se curvado e saído do tatame.

Nós precisamos fazer reverência ao sair do tatame?

Sim, faça a reverência na posição de seiza.

Devemos nos curvar quando entramos no tatame do dojo, depois de termos tirado nossos sapatos?

Sim, de pé.

É necessário curvar-se para um Shihan quando passamos por ele?

Não, somente se você o interromper. Não chame atenção sobre si mesmo.

O que significa “onegai shimasu”?

Literalmente, eu respeitosamente peço este favor de você (Por favor, ensine-me. Por favor, venha em meu auxílio.).
Por favor, explique o logo “círculo-quadrado-triângulo” do nosso dojo.

Essas formas representam o Aikido. O triângulo é como o iniciante – forte, ríspido ao extremo. O movimento acontece em linha reta, como o irimi. Depois de alguma prática, os movimentos do iniciante tornam-se um pouco mais alongados e mais sólidos. Esse quadrado é como nage e uke movendo-se juntos. Também é a forma da finalização de uma técnica. O círculo é aquilo que almejamos — movimentos contínuos, fluidos, suaves.

Quantos anos você tinha quando começou a praticar o Aikido, e como você o encontrou?

Eu tinha 17 anos, logo após o final da II Guerra Mundial. Eu queria ajudar meu país depois da derrota para os EUA. Eu tinha retornado dos treinamentos para ser um piloto kamikase, e o Japão tinha se rendido antes que eu pudesse voar em minha missão suicida. Esse sentimento de perda me esmagava, e eu estava procurando por um propósito na vida.

Nós ouvimos referências à “maneira antiga” de se praticar o Aikido. Isso significa que o Aikido mudou como passar do tempo?

Eu não acho que exista um novo ou velho estilo. Claro, quando O-Sensei era mais novo, seus movimentos físicos tendiam a ser mais rigorosos do que quando ele era mais velho, mas isso acontece com todos. Se você praticar diligentemente, não há distinção entre os estilos. Eu ensino o que aprendi durante o tempo em que estive com O-Sensei.

Quais são suas observações da prática do Aikido e dos ensinamentos de O-Sensei?

O-Sensei tinha uma determinada aura sobre ele. Nós, os deshis, achávamos que ele era quase divino. Seus dons resplandeciam durante as práticas, e cada dia era um novo panorama.

Qual a diferença entre budoka e bugeisha?

Budoka é um instrutor profissional de artes marciais, enquanto que bugeisha é um instrutor de um grupo externo. Aikidoka é um instrutor profissional de Aikido, não estudante.

O que significa mushin?

Mushin significa sem intenção, inexistência. É muito importante ter esse sentimento naturalmente durante a prática. Esse termo é semelhante ao heijoshin, mas heijoshin aplica-se a toda sua vida, não somente à prática do Aikido.

Depois de muitos anos de treino, a técnica torna-se mushin (sem intenção). Como isso se aplica à vida
Ao dirigir pela primeira vez, você se concentra muito para manejar o carro corretamente. Mas depois de muitos anos de direção, seu nível de experiência aumenta, e não é mais necessário o mesmo nível de concentração. Ou pegue o exemplo de uma secretária que “cata milho” quando começa a aprender a digitar, mas depois de alguns anos pode fazer isso rapidamente e sem olhar. Não é mais necessário um esforço extra para encontrar as letras no teclado.

Como podemos relaxar melhor enquanto esperamos a aula começar?

Esvazie sua mente das distrações externas respirando devagar, profundamente, calmamente. Conforme você for se despindo das preocupações, fique mais consciente da atmosfera do dojo, e aberto e receptivo aos ensinamentos do O-Sensei.

É necessário uma mente equilibrada e um espírito generoso para praticar o Aikido?

Agatsu é muito importante. Se alguém está triste ou bravo, não tem sentimentos neutros, e isso é como fechar uma porta. Com esse tipo de atitude, a pessoa não está receptiva aos ensinamentos. Um estudante deve estar pronto e aberto para poder aprender.

Existem exercícios que podemos praticar quando estamos fora do dojo que nos ajudariam a ficarmos mais centrados?

Todos os exercícios que fazemos na aula podem ser feitos em casa. Para obter o máximo deles, você deve estar certo de estar no estado de espírito correto e fazer os exercícios com cuidado e atenção.

Como devemos chamar os estudantes mais antigos?

Já que todos são membros do dojo, chame-os pelo nome, sem se importar com a graduação. Você pode chamar os alunos mais antigos por “sempai”, se desejar, principalmente se eles estiverem dando aula. (Você nunca deve chamá-los de “sensei”, mesmo quando estiverem ensinando)

Quais são perguntas apropriadas para os sempai? Como falamos com eles?

Você deve sentir-se à vontade para perguntar aos sempai qualquer coisa que não compreender. Se eles não souberem a resposta, vão sentir-se motivados a encontrá-la.

O papel dos sempai é ajudar os novos membros através da demonstração, não ensinando.

E se um sempai for interrogado em uma questão técnica?

Responda da melhor maneira possível. Se sua resposta for contestada, seu argumento deve ser que existem muitas maneiras de se executar uma técnica. De qualquer modo, o dojo não é uma escola.É um lugar aonde as pessoas vêm para seguir um mesmo caminho. Se um membro questiona o que está sendo ensinado, não deve mais ser membro.

Eu gostaria que os yudansha pensassem além da técnica – para alcançar a essência da técnica. Qualquer um pode fazer os movimentos, como um robô. Mas para entender porque uma técnica funciona, ou onde os movimentos se encaixam melhor, há muito trabalho e treino.E esse aprendizado acontece através do trabalho com o parceiro no tatame, não do estudo de vídeos ou livros.

A partir de que nível podemos começar a ajudar e ensinar outros alunos?

Ajudar não é ensinar – esteja certo disso. O papel dos estudantes não é ensinar, mas ajudar seus companheiros estudantes.

É mais fácil aprender observando ou fazendo a técnica?

Experiência é o melhor professor.

Então os sempai não devem dizer nada quando praticando, só demonstrar?

Sim, uma explicação verbal não é a melhor. Existem momentos em que isso é necessário, mas esse não deve ser o primeiro impulso. Se você fala demais, não é um professor, nem um sempai. Estudantes erroneamente tentam entender as coisas com as cabeças, antes de deixar o corpo experimentar e aprender.

Um dos aspectos da prática é purificar seu coração. Isso é feito através de ação, não de palavras. Ajudar outras pessoas e limpar o dojo é parte integrante desse processo.

Então a limpeza é a mesma coisa que a prática?

Limpeza é o primeiro passo na sua prática, e conseqüentemente, não é limitado ao varrer depois da aula. Sempre que você está limpando o dojo, isso torna-se uma extensão do seu treinamento. Esse é o porque a limpeza deve ser feita em silêncio sem brincadeiras ou risadas entre os estudantes. Você deve estar atento ao que está fazendo, não deve haver conversa, por exemplo quando estiver varrendo o tatame depois da aula.

O que você considera um estudante sério? Como pode um estudante de pouca graduação dar algo ao dojo?

O primeiro passo é estar aberto a limpar o dojo, e executar tarefas humildes pedidas a você. Isso é uma extensão do seu aprendizado. Depois, você poderá ajudar outros iniciantes ensinando o que você aprendeu – mas você deve ser muito cuidadoso para que aquilo que estiver ensinando seja um verdadeiro ensinamento, não um boato ou algo que você pode ter aprendido de maneira errada.

Como pode um estudante superar o medo de se machucar durante as práticas?

Os estudantes precisam entender o ukemi e praticá-lo segundo seu próprio ritmo. Faça com que seu parceiro saiba que você está apreensivo, então ambos poderão trabalhar em harmonia. Outro ponto importante é deixar seu “corpo” praticar o Aikido ao invés da sua “cabeça”. Não pense demais – permita que seu corpo aprenda os movimentos.

Qual é o estado de espírito e posição corporal que compõem uma postura apropriada de Aikido?

Se você está em uma postura correta, ou kamae, não existe ”pensar”. O termo kamae não significa somente postura, mas também atitude. Somente os iniciantes devem ter que “pensar” sobre a posição corporal ou como ficar em hanmi. Conforme você vai progredindo nas práticas, você verá que seu corpo assume um kamae adequado natural e automaticamente.

O que deve fazer o uke depois de um ushiro ukemi (ukemi para trás) para torná-lo mais seguro?

O ushiro ukemi é mais utilizado para a prática em velocidades baixas. Quando o ritmo é mais forte, mae ukemi (ukemi para frente) é preferível. Depois do mae ukemi você deve levantar-se e ficar em hanmi.

Qual é a responsabilidade do uke?

A principal responsabilidade do uke é harmonizar com os movimentos do nage. Isso requer um estado de espírito chamado mushin, ou ser desprovido de ego. O papel do uke não é “fazer ukemi”, mas ser jogado – não consigo dar mais ênfase a isso. Em japonês, há um ditado que diz que a pessoa deve gostar de jogar e ser jogado. O ditado não diz “fazer ukemi” – diz “ser jogado”.

Existem estudantes que pedem para fazer sessões de prática de ukemi para aprender como fazer o que eles consideram quedas bonitas. Mas lembre-se que Aikido não é uma performance acrobática ou de ginástica. Aikido é mover-se em harmonia com o parceiro, uke reagindo em resposta à jogada do nage. Às vezes penso que os estudantes estão fazendo as quedas sozinhos, ao invés de serem guiados pelo nage. Eles jogam suas pernas para cima e fazem grandes arcos, muito semelhantes a um ator no palco. Isso é o ego em ação

Aqueles que foram jogados por O-Sensei nunca vão esquecer o sentimento e a maravilha de sentirem-se no chão sem saberem como foram parar lá. Nem por um instante a pessoa poderia preocupar-se com a beleza de “fazer ukemi”, porque havia uma entrega total do indivíduo, do mushin. Devemos voltar ao básico. Quando praticando com um parceiro, esforcem-se para tornar-se um só e harmonizar-se mutuamente com os movimentos. Os estudantes não devem jogar-se, que é o que acontece quando eles não se permitem serem guiados pelo nage. Sem um parceiro, não há Aikido.

Como Masakatsu, Agatsu, Katsuhayashi pertencem ao ukemi?

No Aikido, ukemi não pode ser discutido por si só. Nage e uke são um conceito inseparável, e cada um deles não pode ser definido sem o outro. Mas para responder essa questão, eu devo dizer que talvez Masakatsu é o que mais acertadamente define ukemi no sentido que o uke deve fazer os movimentos mais apropriados para a situação. Agora, o que significa apropriado? De maneira simples, é o que foi enfatizado na questão acima a respeito da responsabilidado do uke – o uke corresponde corretamente aos movimentos do nage, levando em consideração o tamanho, velocidade, nível e intenção do nage.

Parece natural então que se o uke pode esquecer o próprio ego e suprimir o desejo de fazer uma queda ao invés de ser jogado, e além disso ser capaz de mover-se em harmonia com o nage, isso é a prática do Agatsu. Finalmente, Katsuhayashi vem naturalmente depois de ser jogado por outros centenas e centenas de vezes, não da “prática do ukemi”.

Se nos sentimos felizes quando estamos jogando e sendo jogados, isso é o mesmo que “heijoshin”, que significa não ter qualquer tipo de emoção?

Primeiro de tudo, o ditado não quer dizer “feliz” quando diz “gostar” de jogar e ser jogado. A idéia é ter um bom sentimento a respeito de jogar e ser jogado, e isso não necessariamente significa em sentir-se feliz. Além disso, “heijoshin” não quer dizer sem emoção, mas um sentimento normal de emoção, como você normalmente e naturalmente sente-se. Nós somos seres sensíveis, não robôs. Nós simplesmente precisamos ser nós mesmos.

  • Fim da primeira parte.

http://www.aikidoonline.com/
© Aikido Online, Inc. 1998-2009 All rights reserved.