saiba_mais2

Cópia de AI preto

AI – idéia de unir, juntar, amor.

A
AI – idéia de unir, juntar, amor.
AIHAMNI – Nague e Uke no mesmo KAMAE.
AIKI – o princípio da união universal, a idéia central do AIKIDO visando unir os KI.
AIKIDO – arte marcial baseada no AIKI.
AIKIJUJITSU – arte-mãe do AIKIDO.
AIKIKAI – qualquer DOJO filiado ao HOMBU DOJO do Japão.
AIKI TAISO – série de exercícios energéticos.
ASHI – pé.
AYUMI ASHI – andar normal com as pontas dos pés para fora.
ATEMI – golpe traumatizante em ponto vital.

B
BO – bastão com mais de 1,50m.
BOKKEN – espada de madeira.
BOKKUTO – espada de madeira.
BUDO – caminho do guerreiro.
BUSHIDO – código de honra do SAMURAI.

C
CHIKARA – força muscular.
CHUDAN – altura média.

D
DAI – grande.
DAISHIZEN – natureza.
DAITORYU – nome de escola de AIKIJUJITSU.
DAN – graduação de faixa-preta.
DAYMIO – senhor feudal.
DEAI – momento de contato.
DO – caminho.
DOGI – vestimenta da prática de AIKIDO.
DOJO – literalmente, local onde se busca a Iluminação, academia para a prática do AIKIDO
DOMO ARIGATO – agradecimento
DOSHU – o sucessor direto do Fundador, seu filho Kishomaru Ueshiba (falecido).

E
ERI – gola da túnica do DOGI.

F
FURIDAMA – purificação com a vibração das mãos, ritual Shintoísta.
FUNAKOGI – o exercício do remo japonês.

G
GASHUKU – encontro de YUDANSHAS.
GYAKU – posição invertida, contrária.
GEDAN – baixo.
GO – cinco.
GO HO – girar para as cinco direções.
GOKYO – quinto princípio do AIKIDO.

H
HAKAMA – calça de gala do SAMURAI.
HAMNI – posição do corpo.
HANDACHI – Nague em SEIZA e Uke de pé.
HARA – centro da vida situado no abdômen.
HEIHO – arte da guerra.
HENKA WAZA – variação de técnica.
HIDARI – esquerdo.
HIKARI – luz.
HO – exercício.
HOMBU DOJO – sede central política do AIKIDO no Japão.

I
IAIJUTSU – antiga arte de sacar a espada.
IAIDO – o IAIJUTSU como caminho de vida.
IRIMI – entrada, avanço.
ITI – um, primeiro.

J
JIU WAZA – técnicas livres no qual um ou vários UKE atacam simultaneamente o NAGUE.
JO – bastão curto de 1,20m.
JUMBITAISO – aquecimento das articulações.
JU – livre, suave.
JITSU – técnica, arte.
JODAN – posição alta, acima da cabeça.

K
KAITEN – girar/rolar como uma bola, envolver.
KAMAE – postura de guarda do AIKIDO e do KENJUTSU.
KAMI – espírito, deus, alma.
KAMIZAMA – local onde reside um KAMI.
KANSHA – gratidão.
KATA – seqüência da técnica.
KATANA – espada japonesa.
KATATE TORI – pegar o pulso do NAGUE.
KEIKO – prática constante.
KEIKOGUI – vestimenta da prática de artes marciais.
KENDO – literalmente, caminho da espada.
KENJUTSU – antiga arte da espada.
KI – energia vital.
KIAI – grito para purificar as energias.
KIHON – conjunto de KATAS de determinado KYU.
KIME –foco, pressão.
KIRI – corte.
KIWODASU – estender o KI.
KOKORO – coração, sentimento.
KOKYU – respiração, pulsação, expansão e contração.
KON – mente.
KOSHI – quadril.
KOTEGAESHI – torção do pulso.
KOTODAMA – o espírito das palavras, o estudo da energia por trás dos sons.
KUMITE – combate.
KUZUSHI – desequilíbrio.
KYU – grau anterior ao DAN.

M
MAAI – distância física e psicológica entre NAGUE e UKE.
METSUKE – contato visual antes da técnica.
MOKUSO – meditação, concentração.
MOROTE TORI – UKE segura o antebraço do NAGUE com ambas as mãos.
MIGI – direito.
MISOGUI – purificação.
MUSSUBI – sinônimo de AIKI, juntar, colar.
MUSHIN – vazio mental.

N
NAGUE – quem executa a técnica.
NAGUE WAZA – técnicas de arremesso. Ex.: Irimi Nague, Shiho Nague, etc.
NI – dois em japonês.
NIHON –povo japonês.
NIKKYO – segundo princípio.
NYUMON – entrar pelo portal, ser admitido.

O
OBI – faixa que compõe o DOGI.
OMOTE – fazer a técnica em IRIMI.
OMOTO KYO – religião neo-Shintoísta.
ONEGAESHI MAS – pedido de permissão para iniciar algo, um convite.
OSAE – imobilização.
O SENSEI – Grande Mestre; título dado ao Fundador do AIKIDO, Morihei Ueshiba (falecido).
OTOSHI – jogar o corpo.

R
REIGI – etiqueta.
ROKU – seis.
RYO TE TORI – Uke segura ambos os pulsos do Nague.
RYU – escola especializada em determinada arte.

S
SABAKI – movimentação de esquiva.
SAIKA NO ITEN – ponto central do HARA.
SAMURAI – literalmente, um servidor (do verbo samuru: servir), guerreiro medieval japonês.
SAN – três.
SANKYO – terceiro princípio.
SENSEI – mestre de arte marcial japonesa.
SEIGAN – altura média (CHUDAN KAMAE)
SEIZA – posição formal ajoelhada.
SUARI – técnica de joelhos.
SUMI – canto, protuberância, quina.
SHI – quatro.
SHIDOIN – instrutor.
SHIHAN – instrutor-mestre.
SHIHO – quatro lados.
SHIKKO – andar formal de joelhos.
SHIME – estrangulamento.
SHIN – espírito.
SHINAI – espada de bambu do KENDO.
SHINTOÍSMO – religião original do Japão.
SHODAN – faixa-preta 1º DAN.
SHOMEN UTI –golpe de TEGATANA na cabeça.
SHUGYO – treinamento austero.

T
TAI – corpo.
TACHI – espada longa.
TAKEMUSSU – última criação do Fundador; arte marcial de natureza divina.
TANTO – faca.
TATAMI – esteira de palha ou qualquer material que absorva o impacto das quedas, que recobre o piso de um DOJO.
TE –mão.
TEGATANA – mão-espada.
TEKUBI – pulso.
TENCHI – Céu-Terra.
TENKAI ASHI – pivô sobre os pés.
TENKAN – giro de esquiva.
TORI – pegar, agarrar, defender.
TSURI ASHI – movimentar-se deslizando e mantendo o mesmo pé à frente.
TSUKI – soco, abertura.

U
UCHI – dentro.
UCHIDESHI – aluno interno.
UDE – braço.
UKE – aquele que recebe a técnica do NAGUE.
UKEMI – defesa com rolamentos e quedas.
UNDO – prática.
URÁ – fazer a técnica com um TENKAN.
USHIRO – por trás.

W
WA – sinônimo de AI, harmonia.
WAKA SENSEI – filho de DOSHU e atual sucessor na organização.
WAZA – técnica.

Y
YUDANSHA – faixa-preta.
YOKO – de lado, lateral.
YONKYO – quarto princípio.

Z
ZANSHIN – estado de alerta que deve ser mantido durante e após qualquer atividade ou técnica.
ZEMPO – para frente.
ZORI – sandálias.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
BULL, Wagner; NOEHME, Luciano. Aikido: curso básico. 1ª. ed. São Paulo: Editora Escala, 1998.