Ricardo Martins 2º Dan Aikidô Aikikai (Kohirajyuku Kanie Dojos)

Educador Físico CREF 00482-P/RJ Boxing Training, MuayThai Training, Treinamento Funcional, Treinamento Suspenso e Pilates.

O Treinamento.

Moriteru Ueshiba

aikido

O Treinamento.

Faça uma reverência sempre ao entrar ou sair do tatame, com uma reverência em direção ao “shomen” e ao retrato do Fundador. Minutos antes da prática, esteja aquecido, sentado formalmente segundo a hierarquia e em meditacão silenciosa, importante para esvaziar a mente dos problemas do dia e preparar-se para o estudo.

A aula inicia e termina com uma cerimônia formal. É importante que não se atrase e participe dessa cerimônia. Mas, se houve um motivo para o atraso, deverá esperar, sentado formalmente ao lado do tatame, até que o instrutor autorize a juntar-se à turma.  O aluno é o principal responsável pelo seu desenvolvimento no Aikido. Tanto o instrutor como os alunos mais avançados irão apenas mostrar o caminho a ser seguido, mas quem vai percorrê-lo será o próprio aluno. Além disso, parte considerável do aprendizado vem da observação eficiente das técnicas mostradas. Antes de pedir ajuda ao instrutor, recomenda-se que o aluno primeiro procure entender observando seus parceiros e depois tente imitá-los.

O treinamento de Aikido se dá de uma forma cooperativa, não competitiva. Técnicas são aprendidas através do treinamento com um parceiro, não um oponente. O praticante deve estar sempre atento, no sentido de poder sempre controlar a velocidade e a potência dos golpes de acordo com as habilidades de seu parceiro.

O treino de Aikido; às vezes; poderá ser um pouco frustrante. Aprender a conviver com essa ocasional frustração também faz parte do aprendizado.  Os praticantes precisam observar dentro de si mesmos para descobrir a origem dessa frustração e insatisfação com o seu progresso. Às vezes a causa é na verdade uma tendência em comparar-se com outros praticantes. E esta comparação é, na sua essência, uma forma de competição. é uma atitude muito digna admirar o talento dos outros e tentar estimulá-los de alguma forma. Mas, deve-se tomar cuidado para não ocorrerem comparações, evitando-se futuros ressentimentos e autocríticas desnecessárias.

A mente e o corpo devem ser dirigidos, ambos, para a mesma tarefa. A mente guiando e o corpo seguindo. Às vezes a mente e o corpo se opõem porque trabalham em direções opostas, fazendo com que nos tornemos menos eficientes em tudo que tentamos fazer. Em Aikido não usamos a força física, de uma forma bruta. Ao contrário, aprendemos a relaxar todo o corpo para que a mente comande, sem inibições, a ação física. Como a força está também na mente e não somente no corpo, o Aikido é igualmente eficiente para homens, mulheres, jovens e idosos.

As técnicas do Aikido envolvem inúmeros métodos ou movimentos diferentes. O Aikido pode ser empregado de uma posição sentada ou em pé, com ou sem armas, como a espada e o bastão. Aprendemos a nos defender contra todas as formas concebíveis de ataque, incluindo ataques em grupo.

No treino o Aikido toma a forma da esgrima japonesa. Estudamos a relação dos quadris com as mãos e os pés, usada na esgrima e a aplicamos então nas técnicas de Aikido. Aikido é uma arte diversificada e não uma rotina monótona e cansativa. Podemos treinar indefinidamente e sentir que há sempre mais a aprender.

  • Comments Off
  • Filed under: Kojira Jyuku Kanie Dojos
  • Números

    A prática comum ou regular  de  “budo”  não obriga seus praticantes a falar fluentemente o idioma de origem.  O estudo e o aprendizado do idioma facilita e ajuda na compreenção do povo e de seus costumes, claro…  Alguns “senseis” acabam, com o tempo, aplicando vocabulário específico inerente ao “keiko” desse ou daquele “budo”.

    Essa prática no  “dojo” na maioria das vezes “confunde” os  “kohai” e os “sempai” durante o “keiko”.  “Sempai” , “kohai” ou o seu “sensei” não são obrigados a falar Japonês para estudar ou ensinar “budo”.  Mas, o conhecimento de algumas palavras facilitará sua vida e irá trazer alguma confiança adicional.

    Em nosso “dojo”, por exemplo, utilizamos alguns termos simples ou rudimentos de Língua Japonesa durante “keikos”, tipo: -  “suburi”, “ukemi”  e “ashi sabaki”.

    Sendo assim, lá vai uma informação importante para trabalharmos em “awase”. Os sites dos institutos, associações e de federações brasileiras contém glossários de excelente qualidade.

    Desculpe-me caro leitor… Não resistí a compulsão de adicionar vocabulário específico neste texto com a intenção de despertar sua curiosidade. Boa pesquisa.

    Números
    ICHI -    Um
    NI -    Dois
    SAN –     Três
    SHI -    Quatro
    GO -    Cinco
    ROKU -    Seis
    SHICHI -    Sete
    HACHI -    Oito
    KU -    Nove
    JU -    Dez

    REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
    VILLADORATA, Massimo N. Di. Aikidô: sobretudo um estado de espírito, uma arte marcial, uma técnica. Fotos de Patrice Grisard. Tradução de Micheline Christophe. Revisão Técnica de Rudolf Hermanny. Rio de Janeiro: Editora Record, [1973].

    INTERNET
    http://www.joaoleitao.com/viagens/2008/04/15/aprender-japones-licao-2-numeros-dizer-as-horas-meses-do-ano/

    O Credo de um Samurai

    Credo de um Samurai

    “A sua fome não deve controlar as palavras que saem da sua boca.
    A sua dor não deve controlar a expressão da sua face.
    A sua tristeza não deve controlar a energia que emana do seu corpo.
    A sua ira não deve controlar as ações de sua mente.
    Não permita que os imprevistos incutam temor no seu coração.
    Não permita que o dinheiro insufle apego no seu coração.
    Não permita que a comida e a bebida façam de você um escravo.
    Mantenha a retidão e não se desvie do caminho.
    Faça o que deve ser feito e não se vanglorie dos seus atos.
    Que a grandeza da sua pessoa seja vasta como o mar.
    Que a determinação em seguir os preceitos seja firme como uma rocha.
    Que o estado do seu espírito seja limpo como uma perola.
    Que o caminho que você percorre seja o caminho que os sábios do passado percorreram.
    Seja estóico, rigoroso e negue a si mesmo. Mas ao mesmo tempo seja elegante, tolerante e vivaz.
    Seja indômito. Mas ao mesmo tempo, seja gentil e humilde.(…)”

    Mestre Hibino Raifu Masayuki – Fundador do estilo Sinto Ryu IAIDO.

    Referência:

    http://www.febrai.com.br/pagina.php?opm=1&mod=6

  • 0 Comments
  • Filed under: Geral
  • Lembre-se:

    “Não me venham com conclusões! A única conclusão é morrer.”
    Fernando Pessoa

    Frase do Dia:

    As pessoas que praticam o Aikidô e conseguem assimilar a sua essência, sabem como semear e desfrutar a paz em seus lares, e no convívio social nunca se tornam irados ou nervosos, podendo assim levar uma existência tranqüila e altamente proveitosa.

    Arquivos:

    Recent Trackbacks:

    Categorias:

    Calendário

    August 2014
    M T W T F S S
    « May    
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031

    Comentários Recentes:

    • Pedrão: Ricardo , Deixo aqui um abração ……….. Pedrão , Shisei Ki Vinhedo , SP
    • Carlos Bezerra: Parabéns Ricardo !!! Fico muito feliz de poder comungar de seu sucesso. Já esperava este resultado e...
    • Jovane Marques: Sensei sempre que possível divulgando o aikido! Parabéns! Abs.
    • Ricardo Martins: Gostaria de agradecer todos os e-mails, scraps e telefonemas das pessoas que gostaram do vídeo....
    • Leonardo Burlamaqui: Parabéns pela apresentação, Ricardo! Grande abraço e sucesso!

    Caro(a) Colaborador(a):

    Sugestões inteligentes, críticas edificantes serão sempre muito bem vindas.

    Entenda, por favor, que todo ser humano comete erros e se engana apesar dos cuidados tomados e de todas as revisões feitas antes da publicação.

    Ao encontrá-los, não se acanhe, entre em contato para que possamos melhorar os serviços, por gentileza.

    Muito obrigado

    Ricardo Martins
    sensei@ricardomartins.pro.br

    Pensamento da semana:

    Como o Aikidô é a uma arte marcial cujo propósito é o refinamento do espírito humano e o desenvolvimento da paz no mundo, o Dojo de Aikidô inclui tanto as influências das sociedades guerreiras como do Dojo Religioso. O Aikidô não é uma religião, já que não possui "dogma" ou "doutrina", mas é uma atividades profundamente espiritual. O Dojo de Aikidô é um templo do espírito, tanto do ser humano individual como do espírito divino que permeia todas as coisas no universo. O Dojo de Aikidô deve também manter a gravidade e disciplina de uma comunidade de guerreiros, pois o Aikidô é Budô, o caminho do guerreiro. O Aikidô não pretende ser uma teoria abstrata de valores espirituais, mas sim um treinamento prático que fortalece sua coragem, sua serenidade interna, e sua habilidade em se relacionar com os outros. Ele pretende mudar sua atitude mental para que você não recorra a agressão e violência quando sob tensão mas sim continue a comportar-se de uma maneira que previna ou interrompa um conflito. O Aikidô destina-se a dar-lhe coragem de suas convicções.